Prêmio do júri para o melhor filme:

O BEIJO NO ASFALTO,

de Murilo Benício

 

Menções honrosas do júri:

TUNGSTÊNIO

(direção e  fotografia);

Atriz, SAMIRA CARVALHO

(Keila, em Tungstênio)

Ator, THALLES CABRAL

(Vinicius, em Yonlu)

 

Prêmio do júri

para o melhor

documentário:

AURORA 1964,

de Diego Di Niglio

Menção honrosa do júri:

CLEMENTINA 

(montagem, arquivo e pesquisa)

 

Prêmio do público

para o melhor filme de ficção:

empate entre ALGUMA COISA ASSIM,

de Esmir Filho

e Mariana Bastos

e O BEIJO NO ASFALTO,

de Murilo Benício

 

Prêmio do público

para o melhor  documentário:

TENTE ENTENDER O QUE TENTO DIZER,

de Emília Silveira

 

Parabéns a todos!